Pôr os miúdos a ler: estimule o hábito

Os mais pequenos a ler 2

Depois de preparar o terreno e dar o exemplo, convém ter à mão um conjunto de estratégias simples mas eficazes para estimular o hábito de ler nos miúdos. A lista poderia ser muito extensa, mas optei por vos deixar aqui doze sugestões:

1. Leia aos seus filhos – À medida que os miúdos crescem, integre a leitura em voz alta nas rotinas diárias. Ler juntos é uma ferramenta poderosa para motivar os seus filhos a ler. Desta forma as crianças farão uma associação positiva entre a leitura e o tempo passado em família. Ao ler aos seus filhos não só lhes ensina como se pega correctamente num livro e como se viram as folhas, mas também que as palavras impressas representam sons e têm significado. Leia-lhes várias histórias por dia; quanto mais os miúdos estiverem expostos à Literatura mais quererão ler no futuro. E não se esqueça que os audio-livros podem fazer companhia numa viagem de carro.

2. Estabeleça horários diários para que os miúdos leiam – Apesar da azáfama, assegure-se de que reserva tempo para ler no dia-a-dia, em vez de tentar encaixar a leitura entre outras actividades. Desta forma passa aos seus filhos a mensagem de que ler é importante e de que ele vão gostar de ler. Dê prioridade à leitura reservando tempo para essa actividade. Desligue a televisão, o computador, o tablet e o telemóvel e estabeleça um momento para a leitura. Independentemente do grau de motivação, os miúdos não lerão se não tiverem tempo para fazê-lo.

 3. Leve-os à biblioteca – Já o referi no post anterior, mas volto a repeti-lo: Portugal tem uma excelente rede de bibliotecas públicas, concebidas de raiz para o efeito, com projectos de arquitectura em que tudo foi pensado em função do livro e do leitor. Os acervos são vastíssimos e todos os empréstimo gratuitos. Inscreva os seus filhos na biblioteca do seu local de residência, apresente-os ao bibliotecário, faça da ida à biblioteca local uma rotina. E não se esqueça das bibliotecas escolares. Incentive-os a frequentá-las também.

4. Promova a leitura como actividade divertida – Os miúdos que se divertem a ler, lerão mais. Quando ler para os seus filhos, mantenha-os envolvidos na leitura colocando questões sobre as histórias e incentivando-os a completá-las. Pode também levar a cabo actividades relacionadas com a leitura, como fazer pequenas peças de teatro que representem a história, associar os livros a passeios, desenhar os personagens, etc.

5. Siga os interesses dos miúdos – Mesmo que não aprecie as aventuras do  Capitão Cueca ou a série “Diário de um Banana”, ponha os juízos de valor de parte por um momento e foque-se no objectivo maior: pôr os miúdos a ler. Procure livros que vão de encontro aos seus gostos, hobbies ou passatempos e mostre-lhes como um livro pode ampliar os seus conhecimentos sobre essas áreas e expandir os seus horizontes.

6. Deixe-os escolher – Ler deve ser uma escolha, não uma obrigação e levar um miúdo a gostar de ler pode implicar muito mais do que simplesmente dar-lhe aquele livro que o marcou a si, na sua infância. É bom que faça sugestões, mas nãos os force a ler o que acha que eles deviam ler. Deixar os mais pequenos escolher os seus materiais de leitura ajuda a criar leitores para a vida: envolvem-se mais com o que lêem, retêm mais informação e beneficiam da sensação de independência. Se os miúdos gostarem de livros de uma determinada série, estimule a leitura dos livros dessa colecção. Contudo verifique sempre o grau de dificuldade dos mesmos. Deixe os miúdos explorar os limites das suas capacidades, mas esteja preparado para ajudar caso desanimem. E não se preocupe se insistirem em ler o mesmo livro uma e outra vez. Com certeza, aconteceu-lhe o mesmo quando era pequeno.

7. Ajude-os a escolher livros – Ajude os miúdos a escolher livros adequados à sua idade, ao seu nível de leitura ou sobre assuntos que os interessam. As bibliotecas e livrarias são lugares com grande variedade de escolha que facilitam a tarefa de encontrar aquele livro que poderá espoletar o gosto pela leitura.

8. Procure semelhanças – As crianças gostam de se rever nas histórias que lêem. Procure livros com personagens com os quais os miúdos possam identificar-se. Quanto mais se identificarem com a história e com os personagens, mais se mantêm envolvidos com a leitura.

9. Livros sobre factos – Livros com estatísticas impressionantes, imagens incríveis, textos curtos e formatos de consulta, isto é, livros que não têm de ser lidos obrigatoriamente da capa à contracapa, podem agarrar crianças que tendem a fugir de histórias muito longas. As temáticas são inúmeras: desporto, fauna e flora, ciências, artes, etc.

10. Mostre interesse pelas leituras dos miúdos – O seu envolvimento tem um forte impacto no esforço que os miúdos fazem para ser bons leitores. Se os seus filhos quiserem ler em voz alta para si, tenha paciência e ouça. Nunca se esqueça de elogiar os seus esforços. Leia, também, os livros que a escola indica para leitura obrigatória.

11. Alternem – Com um livro escolhido pelo seu filho alternem na leitura em voz alta, a cada página, por exemplo. E vá intercalando a leitura com perguntas sobre o que estão a ler.

12. Uma mesada especial – Atribua aos seus filhos uma mesada especificamente para a compra de livros. Mesmo que a mesada dê para apenas um livro por mês, já está a encorajá-los a ler mais. Os alfarrabistas, onde os livros em segunda mão são mais baratos, assim como as feiras do livro, são sempre uma boa opção para comprar mais livros com o mesmo dinheiro.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s